MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews 2018: 3284719
Pageviews 2017: 4351543
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Uma breve estória de virtualização, mesmo em ambiente que parece não apropriado

Atendo a um cliente que utiliza máquinas desktop como servidores e vimos a necessidade de resolver o problema do ponto de falha que estas máquinas antigas representavam. Como não havia máquinas iguais e o hardware já estava ficando obsoleto fizemos uma proposta.

O ambiente atual do cliente eram máquinas Core 2 Duo sem suporte a VT, algumas com 4 GB e outras com 2 GB. Haviam 6 servidores: Exchange 2007, DC e serviços de rede, Dynamics CRM com SQL, Servidor de arquivos e TS, DPM e ISA Server.

Nossa proposta foi manter os servidores DPM e ISA Server já que esses são fáceis de serem refeitos e não eram os LOBs da empresa podendo ser facilmente substituídos. Os outros quatro servidores seriam consolidados em 2 máquinas Core i3 com 8 GB de RAM com discos de 500 GB. Isso reduziria a quase zero um problema físico no hardware fazer um serviço da rede parar por horas, o que com certeza aconteceria com os hardwares antigos que já estavam travando e lentos. Com a virtualização, mesmo que não haja uma máquina igual a atual, qualquer uma poderá ser utilizada bastando instalar o Windows 2008 R2 com o Hyper-V, mesmo que na proporção de 1-para-1.

Fizemos todo o trabalho em uma noite e os resultados foram muito bons, as máquinas novas, apesar de também serem desktops, deram conta do recado e cada uma segura 2 VMs com o Hyper-V 2.0 do Windows 2008 R2. Não tínhamos a necessidade nem hardware suficiente para roda o VMM então optamos pelo Disk2VHD da SysInternals (Ferramenta para converter HD físico (em uso) para VHD)

O interessante de uso do Disk2VHD é que os servidores não precisam ser parados, assim como também pode ser feito pelo Hyper-V com o VMM. O utilitário gera os VHDs exatamente do mesmo modo que os discos físicos estão, incluindo partições, espelhamentos e outros recursos, permitindo fazer a imagem já no servidor destino utilizando pasta compartilhada. O processo de criação do VHD é rápido, um disco de 320GB foi convertido em 45 minutos.

O passo seguinte foi criar a VM no Hyper-V apontando para o VHD criado pelo Disk2VHD, para melhor performance utilizamos discos fisicos diferentes para cada uma das VMs hospedadas.. Após subir a VM, automaticamente o Windows 2008 reconheceu que foi virtualizado e atualizou os drivers pedindo para ser reiniciado após alguns minutos. Se o servidor fosse um Windows 2003 precisaríamos fazer a instalação dos additions e reiniciar, mas não foi o caso já que todos eram Windows 2008. O ultimo passo foi reativar o Windows já que após os drivers atualizados é necessária ativação, mas sem a necessidade de chaves adicionais ou fazer por telefone.

Posted: ago 09 2010, 23:39 by msincic | Comentários (2) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Comentários (2) -

Sandro Caiado said:

Muito bom esses cases Marcelo, quando puder poste mais!
Abraços e sucesso!

# agosto 28 2010, 11:52

Marcelo Sincic said:

Olá Sandro,

Obrigado e espero sim poder continuar contribuindo. Um abraço.

# agosto 29 2010, 21:12
Os comentários estão fechados
Login