MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews 2017: 3134670
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Microsoft Virtual Machine Converter (MVMC)–Retirada do Produto

A Microsoft anunciou esta semana a retirada do MVMC como produto já no final deste ano.

https://blogs.technet.microsoft.com/scvmm/2016/06/04/important-update-regarding-microsoft-virtual-machine-converter-mvmc/

Para quem não conhece o MVMC ou não lembra sua função, ele é um plugin para converter maquinas fisicas (P2V) ou virtuais de outras plataformas (V2V) para VMs no Hyper-V.

 

O que usar no lugar do MVMC?

A sugestão apresentada é utilizar o Azure Recovery Site, mas ele na verdade é um serviço e não seria útil quando o desejo é subir VMs em ambiente on-premisse.

Porem, no caso do cliente que quer transformar o ambiente fisico (P2V) para nuvem (IaaS) o Azure Recovery Site é a melhor opção.

E para quem precisa fazer V2V hospedadas no VMWare para o Hyper-V pode utilizar o próprio VMM (System Center Virtual Machine Manager) que processa a conversão nativamente.

Por fim, para os casos de conversão de maquinas fisicas para virtuais (P2V) pode-se usar o Disk2VHD como já comentado em outras ocasiões e é um produto muito conhecido para gerar VHDs a partir de discos fisicos, que abordei em 2009: http://www.marcelosincic.com.br/post/Ferramenta-para-converter-HD-fisico-(em-uso)-para-VHD.aspx

Link do Disk2VHD: https://technet.microsoft.com/en-us/sysinternals/ee656415.aspx

Uma breve estória de virtualização, mesmo em ambiente que parece não apropriado

Atendo a um cliente que utiliza máquinas desktop como servidores e vimos a necessidade de resolver o problema do ponto de falha que estas máquinas antigas representavam. Como não havia máquinas iguais e o hardware já estava ficando obsoleto fizemos uma proposta.

O ambiente atual do cliente eram máquinas Core 2 Duo sem suporte a VT, algumas com 4 GB e outras com 2 GB. Haviam 6 servidores: Exchange 2007, DC e serviços de rede, Dynamics CRM com SQL, Servidor de arquivos e TS, DPM e ISA Server.

Nossa proposta foi manter os servidores DPM e ISA Server já que esses são fáceis de serem refeitos e não eram os LOBs da empresa podendo ser facilmente substituídos. Os outros quatro servidores seriam consolidados em 2 máquinas Core i3 com 8 GB de RAM com discos de 500 GB. Isso reduziria a quase zero um problema físico no hardware fazer um serviço da rede parar por horas, o que com certeza aconteceria com os hardwares antigos que já estavam travando e lentos. Com a virtualização, mesmo que não haja uma máquina igual a atual, qualquer uma poderá ser utilizada bastando instalar o Windows 2008 R2 com o Hyper-V, mesmo que na proporção de 1-para-1.

Fizemos todo o trabalho em uma noite e os resultados foram muito bons, as máquinas novas, apesar de também serem desktops, deram conta do recado e cada uma segura 2 VMs com o Hyper-V 2.0 do Windows 2008 R2. Não tínhamos a necessidade nem hardware suficiente para roda o VMM então optamos pelo Disk2VHD da SysInternals (Ferramenta para converter HD físico (em uso) para VHD)

O interessante de uso do Disk2VHD é que os servidores não precisam ser parados, assim como também pode ser feito pelo Hyper-V com o VMM. O utilitário gera os VHDs exatamente do mesmo modo que os discos físicos estão, incluindo partições, espelhamentos e outros recursos, permitindo fazer a imagem já no servidor destino utilizando pasta compartilhada. O processo de criação do VHD é rápido, um disco de 320GB foi convertido em 45 minutos.

O passo seguinte foi criar a VM no Hyper-V apontando para o VHD criado pelo Disk2VHD, para melhor performance utilizamos discos fisicos diferentes para cada uma das VMs hospedadas.. Após subir a VM, automaticamente o Windows 2008 reconheceu que foi virtualizado e atualizou os drivers pedindo para ser reiniciado após alguns minutos. Se o servidor fosse um Windows 2003 precisaríamos fazer a instalação dos additions e reiniciar, mas não foi o caso já que todos eram Windows 2008. O ultimo passo foi reativar o Windows já que após os drivers atualizados é necessária ativação, mas sem a necessidade de chaves adicionais ou fazer por telefone.

Posted: ago 09 2010, 23:39 by msincic | Comentários (2) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Recriando o boot no Windows 2008 R2 e Windows 7 apos o Disk2VHD

Esta semana utilizamos o Disk2VHD da SysInternals (http://www.marcelosincic.com.br/Blog/post/Ferramenta-para-converter-HD-fisico-(em-uso)-para-VHD.aspx) que é uma ferramenta excepcional para clonar máquinas em uso e criar um VHD. Porem, o Windows 2008 e Windows 7 criam uma partição de boot de 100MB, e ao clonar esta partição não funcionará corretamente.

SINTOMA

Depois de utilizar o Disk2VHD selecionando tanto a partição de boot (100MB) quanto a partição de sistema (no meu caso de 80GB) ao iniciar o SO no Hyper-V acusava "disk error or boot missing Ctrl+Alt+Del to restart".

CAUSA

A partição de boot não contem os arquivos corretos, já que mudou a controladora. Ela indica uma controladora e partição que agora não batem mais com a controladora e partições clonadas.

SOLUÇÃO

Você irá recriar a partição de boot completa e refazer as configurações de inicialização do SO:

Utilize o cd do Windows 7 ou do Windows 2008 R2 e faça boot por ele
Na tela inicial escolha a opção "Repair your System"
Na tela seguinte escolha a primeira opção das duas apresentadas
Escolha a ferramenta "Command Prompt"

Execute os comandos a seguir:
 dispart
 select disk 1
 list volume <verifique qual a partição de boot e a de SO pelo tamanho e anote as letras e numeros>
 select volume 0 <0 = numero da partição de boot , CUIDADO PARA NÃO ERRAR>
 format
 select volume 1 <1 = numero da partição do SO>
 active
 exit

Voltando ao command prompt digite:
 bcdboot c:\windows /s d:   <onde c: é a letra atribuida ao SO e d: a letra da partição de boot>

Nota: O comando que formata a partição de boot não é obrigatório, mas é melhor para que funcione corretamente. Você pode tentar primeiro apenas o comando bcdboot e tentar reiniciar a máquina para ver se o boot estava ok.

O comando bcdboot neste caso está lendo os arquivos do SO que está no diretório C:\Windows mas ao invés de criar o boot no próprio drive C estará criando no drive D que é a partição para o boot.

Posted: jan 29 2010, 14:18 by msincic | Comentários (2) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Ferramenta para converter HD fisico (em uso) para VHD

A ferramente já existia mas era necessário que fosse um disco fora de uso para fazer a criação (http://technet.microsoft.com/en-us/sysinternals/ee656415.aspx)

A nova versão do Disk2VHD agora permite que façamos a conversão do disco em uso, ou seja, o disco do próprio SO.

Eu, por exemplo, converti uma partição onde tinha o dual boot para Windows 2008 R2 em VHD e ficou perfeito em apenas 15 minutos !!!!

 

Posted: out 22 2009, 10:41 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Virtualizaçao | Windows
Login