MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews 2017: 3855125
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Instalação e Upgrade do System Center 2016

Com o lançamento da midia RTM (Release To Manufactoring ou Final) do Windows 2016 e System Center 2016 chega a hora de fazer o upgrade de versões 2012 R2 e 2016 Technical Preview.

Vou abordar cada um deles a partir das versões 2016 Technical Preview, já que a migração das versões 2012 R2 é normalmente mais simples e suportada.

Atualização: Veja os Update Rollups do System Center 2016: http://www.marcelosincic.com.br/post/System-Center-2016-Updates-Rollup.aspx

System Center Configuration Manager (SCCM)

O SCCM é um dos produtos que já estavam na versão 2016 desde o inicio do ano, quando foi lançado como SCCM 1511, seguinte a nomenclatura do Windows 10.

Seguem os posts que já escrevi sobre esta versão:

http://www.marcelosincic.com.br/post/Nova-Feature-do-System-Center-Configuration-Manager-1511-Atualizacoes-e-Updates.aspx

http://www.marcelosincic.com.br/post/Novo-Modelo-de-Updates-do-SCCM-2016.aspx

http://www.marcelosincic.com.br/post/System-Center-Configuration-Manager-1511-Alterar-Evaluation.aspx

Para quem tem o SCCM 2012 R2 o upgrade é tranquilo e basta executar o Setup para funcionar.

System Center Operations Manager (SCOM)

O upgrade do SCOM pode ser feito tanto da versão 2012 R2 quanto das versões 2016 Techincal Preview da mesma forma, ele suporta os dois caminhos.

A unica recomendação que o próprio setup indica é fazer o backup das bases de dados (trabalho e DW) antes, pois não há como retornar caso ocorram erros no meio do processo:

capture20161013145918707

Será necessário fazer o upgrade do Report Viewer, antes utilizamos o RV do SQL 2012 e agora deve ser utilizado o RV do SQL 2016, que é encontrado no link do próprio Setup:

capture20161013150339362

capture20161013155424938

System Center Service Manager (SCSM)

O upgrade tanto do 2012 R2 quanto das versões Technical Preview é simples, não exige nenhum tipo de restrição, ocorrendo de forma bem tranquila:

capture20161013152230043

É importante lembrar de ao final fazer o upgrade dos Management Packs a partir do wizard que o SCOM 2016 possui:

http://www.marcelosincic.com.br/post/Atualizacoes-Automaticas-no-System-Center-Operations-Manager-2016-(TP4).aspx

System Center Virtual Machine Manager (VMM)

Este é um dos produtos que não permite o upgrade automático da versão Techinical Preview, mas permite a partir da 2012 R2.

No caso do Tecnhinical Previwe, o Setup irá indicar que já existe e pedirá para desinstalar:

capture20161013151606238 

Porem, a reinstalação é simples. Basta ao desinstalar escolher a opção para manter o banco de dados:

capture20161013151636326

Ao executar o Setup novamente usar o mesmo banco de dados e diretório das bibliotecas:

capture20161013152117951

capture20161013152715060

Após isso o VMM funcionará normalmente, mas é bom lembrar que será necessário deinstalar os agentes e reinstalar, se ele não fizer o upgrade automático do agente.

Lembrando que uma das mais interessantes features é integração com o Azure: http://www.marcelosincic.com.br/post/System-Center-Virtual-Machine-Manager-2016-TP2-Integrado-com-Azure.aspx

System Center Orchestrator (SCORCH)

Assim como o VMM, ele exige reinstalar mas é possivel manter o banco de dados e reapontar na nova instalação:

capture20161013153558520

capture20161013153757300

Após o processo, os runbooks aparecerão normalmente com os mesmo Integrations Packs.

No caso dos Integrations Packs do SCORCH e do SCOM é importante fazer o upgrade dos pacotes, sendo que no SCOM é bem mais fácil por ter no menu, enquanto não temos o mesmo no Orchestrator.

Upgrade e Update do Windows Server 2016

Ontem a noite (12/10/2016) a Microsoft disponibilizou as midias do Windows Server 2016 Standard e Enterprise para os assinantes MSDN e clientes de volume pelo VLSC.

Essa nova versão traz diversas novidades, como Storage distribuido (similar ao VMWare VSAM), novas features para o sistema operacional.

Na página https://www.microsoft.com/pt-br/server-cloud/products/windows-server-2016/default.aspx#MenuItem3 é possivel ver todas as funcionalidades novas e tambem documentação.

Importante notar que diferente do Windows 2012 R2, o Windows 2016 volta a ter diferenças de recursos entre a versão Standard e Datacenter!!!

Update Pós Instalação

É importante que junto com a midia de instalação tambem baixe o Cumulative Update 1:

https://support.microsoft.com/en-us/kb/3194798

capture20161013105959189

É isso mesmo, a midia final ficou disponivel junto com o primeiro Cumulative Update. O motivo é que a disponibilização das mídias Technical Preview geraram dados para novas correções, e estas foram incluidas no CU1.

Upgrade De Versões 2012 R2 e Technical Preview

É possivel fazer o upgrade a partir das versões 2012 R2 normalmente, em qualquer tipo de instalação.

Para quem já havia instalado algum TP é possivel fazer o upgrade direto, porem apenas para a versão com Desktop Experience instalado.

Outros casos podem ser consultados em https://technet.microsoft.com/windows-server-docs/get-started/supported-upgrade-paths

No exemplo abaixo, o resultado de upgrade de um servidor em Cluster Hyper-V que possui Storage Spaces com RAID, discos SSD e diversas VMs em execução:

capture20161013105351510

capture20161013105829117

capture20161013105836439

Problemas no Upgrade

Assim como nas versões anteriores, caso ocorra um erro durante o upgrade é possivel reverter ao estado anterior sem problemas.

Porem, diferente de um sistemas operacional cliente (Windows 10) essa reversão não é possivel após o upgrade estar finalizado.

Posted: out 14 2016, 03:13 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Hardware | Windows | windows 2016

Novo Modelo de Updates do SCCM 2016

Como já havia escrito a algum tempo, uma das mais interessantes novidades do System Center 2016 é a capacidade dos produtos em se atualizarem automaticamente.

No System Center Operations Manager (SCOM) e Service Manager (SCSM) são so Management Packs e no System Center Configuration Manager (SCCM) a atualização inclui os binários do servidor, agente e console.

 

Atualização Automática do SCCM

Pelo console do SCCM acesse Administration –> Cloud Services –> Updates and Servicing e será possivel ver a lista de atualizações, que no caso do SCCM são os Builds, uma vez que ele não possui mais versões.

Clique sobre a versão que está disponivel, o SCCM irá manter o histórico das atualizações já realizadas.

Capturar

Ao selecionar a atualização é possivel ver os novos recursos que a atualização irá fazer, a lista de Knowlegde Bases:

Capturar0

Um item interessante ao iniciar atualização é que podemos ignorar os pré-requisitos como pode ser visto na tela abaixo no checkbox para ‘forçar” a atualização.

Claro que é importante deixar que os requisitos sejam testados, instalar uma atualização que não está com o ambiente completo pode gerar problemas e indisponibilidade permanente.

Capturar1

Outro item importante é a possibilidade de escolher as features que serão incluidas no SCCM com a atualização. Por exemplo, o Apple Volume Purchase é instalado nesse momento como se fossem as features pelo console em “Site Roles and Services”.

Caso não opte por instalar as features no momento da instalação da atualização, é possivel executar novamente mais tarde pelo mesmo caminho:

Capturar2

Como as atualizações “carregam” as novas features podemos escolher quais iremos habilitar como em outras configurações de roles:

Capturar3

Por fim após o update o SCCM poderá pedir para reiniciar o console e finalizar a instalação:

Capturar4

 

Conclusão

Realmente é um recurso excelente ter as atualizações a mão de forma tão simples e confiável.

Esse recurso tornará mais fácil manter o SCCM e outros produtos System Center saudáveis com as ultimas atualizações.

Skype Meeting Broadcast–Solução para Reuniões e Treinamento Online

Um dos recursos liberados para os clientes que tem Skype For Business é o Broadcast, que permite montar sessões e eventos online para até 10 mil pessoas, com acesso anônimo, restrito, moderador e outros recursos em uma interface web sem plug-ins!

Esse recurso funciona como o Webex, com painel de perguntas e respostas, áudio e vídeo. Porem, como o cliente do apresentador é o Skype For Business pode-se compartilhar desde um ppt até um desktop inteiro.

O melhor disso?   É um recurso gratuito para todos os clientes Enterprise com Office 365 E1, E3, E5 ou Skype For Business Plan 2!!!!

Importante: É necessário habilitar o recurso no seu tenant, que pode ser feito utilizando PowerShell https://support.office.com/en-us/article/Enable-Skype-Meeting-Broadcast-5299cce0-850e-42dc-b6ae-2d0ee775c4a9

 

Como Montar uma Sessão ou Evento

Acesse o site https://broadcast.skype.com com a sua conta corporativa e você terá acesso ao calendário com os eventos programados:

capture20160810001204686

Para criar um novo evento clique no botão “Nova Reunião” e insira os dados necessários:

  • Membros: São os usuários que irão ingressar com o Skype For Business e podem tanto fazer apresentação simultânea como atuarem como moderadores
  • Participantes: Quem poderá assistir, se anonimo basta repassar o link gerado. Se for seguro será necessário informar a lista e podem ser usuários externos. Se escolher Toda empresa será validado com o Azure AD
  • Gravaçao de vídeo: Ao selecionar esta opção a reunião é gravada e fica disponivel no portal acima. Porem, se escolher a opção “Disponibilizar…” os usuários poderá assistir ao evento com o link da inscrição, como um Replay

capture20160810001238469

Após criado o agendamento é possivel visualizar detalhes como o link e criar um convite para ser distribuido:

capture20160810001313233

Mas é tela “Configurações da página de participantes” onde temos alguns itens interessantes:

capture20160810001358751

  • Solução de problemas e suporte: O link aparece na reunião para os usuários clicarem se tiverem problemas. Não é interativo e sim uma página padrão da Microsoft que pode ser substituída por uma página personalizada
  • Link Personalizado: Como o link default possui códigos de sessão, é possível tanto encurtar com sites específicos como o http://aka.ms ou o http://bit.ly ou ainda digitar o link que agradar, lembrando que sempre irá levar o nome do tenant
  • Aplicativo do painel direito ou esquerdo: Podemos escolher qual aplicação irá aparecer para os usuários, como Yammer, Pulse ou o mais importante de todos, o Painel de Perguntas e Respostas!

capture20160810001410690

 

Iniciando e Participando da Sessão

Ao utilizar o link fornecido, seja o customizado ou default, será apresentada a tela abaixo:

capture20160810001513280

Quando clicar em “Entrar como membro da equipe do evento” será aberto o Skype For Business já que ele é onde podemos utilizar voz, vídeo e compartilhamento, além do quadro de chat que será o P&R visto pelos participantes.

Ao clicar como “Participar do evento” o usuário irá visualizar a tela ou conteúdo compartilhado pelos membros do time junto com o painel de resposta que é a configuração mais comum:

capture20160810001620880

 

Conclusão

Temos uma ferramenta excelente em mãos, muitos hoje utilizam serviços pagos e não sabem os planos de Office 365 que hoje disponibilizam este recurso gratuitamente!

 

Referencia: https://technet.microsoft.com/en-us/library/mt631189.aspx e https://support.office.com/en-us/article/What-is-a-Skype-Meeting-Broadcast-c472c76b-21f1-4e4b-ab58-329a6c33757d

Posted: ago 17 2016, 13:50 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Microsoft Azure Stack - Porque Necessitará de Hardware Homologado

Como já é esperado por todos os profissionais de TI MIcrosoft, o lançamento do Azure Stack é aguardado com grande expectativa. O lançamento estava sendo esperado junto com o Windows 2016, mas agora foi adiado para o meio do próximo ano.

Basicamente, o Azure Stack é a mesma estrutura do Azure, mas para ambientes on-premisse com o novo portal.

A Microsoft já teve esse produto no passado como CPS by Dell (Cloud Platform System) que era um rack de servidores já com System Center e o Windows Azure Pack configurados para fornecer soluções de cloud "dentro de casa".
https://www.microsoft.com/en-us/cloud-platform/cloud-platform-system

A evolução do produto foi evidente, o novo portal do Azure comparado ao portal anterior com seus novos recursos e features foi o que nos fez esperar tão ansiosamente o Azure Stack.

O que mudou agora?

Assim como no CPS, o Azure Stack irá integrar updates de software e hardware e capacidades avançadas de biling, monitoração e balanceamento de recursos.

Adicionalmente, os potenciais usuários desse tipo de produto são empresas que precisam de modelos cloud e Datacenters comerciais.

Sendo assim, não é possível rodar o Azure Stack em qualquer hardware e garantir a criticidade do ambiente com SLA de 99,95% que é o desejado para este tipo de ambiente.

Uma vantagem do Azure Stack sobre o CPS é que o CPS era um produto Microsoft By Dell e o Azure Stack permitirá que qualquer fabricante homologue o hardware!

Essa não é uma mudança de rumo

Apesar do Azure Stack ter sido publicamente liberado, sempre se soube que ele exigiria um hardware mais "pesado" e que este tipo de solução necessita o uso de hardwares homologados.

Todos que já trabalham com soluções de Datacenter sabem que modelos como o CPS da Microsoft e o VCE da VMWare+Citrix+EMS são essenciais para garantir que todos os recursos de servidores, storages e networking interajam entre si sem queda de performance, perda de recurso ou incompatibilidades.

 

Enfim, o Azure Stack será um grande lançamento e uma enorme evolução no modelo de nuvem privada da Microsoft, mas não espere executá-lo naquele servidor que você tem em casa  ;-)

http://www.computerworld.com/article/3106743/cloud-computing/heres-why-azure-stack-will-only-run-on-certain-hardware.html
http://windowsitpro.com/hybrid-cloud/microsoft-s-azure-pack-delayed-allow-partners-time-certify-hardware

Login