MVP: System Center Cloud and Datacenter Management, MCT, MCSE, MCITP, MCPD, MCDBA
MVP Logo

Pageviews 2017: 2432511
Pageviews 2016: 3991973
Pageviews 2015: 2675433
Pageviews 2014: 2664208
Pageviews 2013: 2399409
Pageviews 2012: 3209633
Pageviews 2011: 2730038
Pageviews 2010: 1470924
Pageviews 2009: 64608

Últimos posts

Categorias

Arquivo

Tags

Avaliação do System Center Data Protection Manager (DPM)

Desde o inicio do ano passado utilizamos o System Center Data Protection na empresa para gerenciar e automaticar processos de backup. E em todas as consultorias que realizamos estamos indicando este produto como sendo o melhor para a linha de servidores Microsoft.

O que o DPM tem que nos cativou?   Quais as vantagens deste produto?  Vou citar as vantagens que mais se destacam em nosso ambiente, porem no site do produto (http://www.microsoft.com/systemcenter/dataprotectionmanager/en/us/top-ten-benefits.aspx) você encontrará mais motivos:

  • O suporte nativo a produtos permite customizar o backup e restore conforme as caracteristicas do produto. Por exemplo, se for Exchange o DPM autormaticamente faz as réplicas do edb e monta os pontos de restauração utilizando os logs. Se o servidor protegido é o SQL ou o Sharepoint o DPM faz a réplica do banco de dados e monta os pontos de restauração utilizando o log do banco. Como estes exemplos mostram, o tráfego de rede é otimizado e a segurança na restauração garantida com menor tempo possivel
  • Backup de VMs do Hyper-V ou Virtual Server 2005 R2 em modo nativo. Ou seja, se você possui uma VM com Sharepoint não precisa ficar fazendo backup da base, pode fazer backup do vhd inteiro, o que garante uma restauração muito mais rápida já que os pontos de restauração são feitos como se fossem um disco diferencial, apenas com as modificações. Recentemente em uma multinacional a qual dou suporte eles apagaram um site do Project Server e voltamos o backup pelo DPM da VM inteira em menos de 15 minutos
  • Eliminação das "janelas de backup", já que os pontos de restauração não são backups full e sim incrementais. No mesmo ambiente que comentei acima o backup impactou tão pouco que não houve queda de performance para os usuários. É claro que os administradores notaram que o tráfego de rede deu um acrescimo de 4% nas medições, mas estava dentro do esperado
  • Simplicidades no agente, tanto na instalação que é automática e pela rede quanto no momento da criação dos grupos de restauração. Muitos programas de backup não oferecem uma interface visual tão simples no momento de criar os grupos de proteção
  • Grupos de proteção híbridos e multiservidores facilitam muito a administração, já que tanto posso criar um grupo de proteção com todos os bancos de dados SQL que estão em vários servidores como tambem criar um grupo de proteção para um servidor com vários serviços ao mesmo tempo
  • O licenciamento é muito simples, se você faz backup de Exchange, Sharepoint ou SQL basta ter a licença Enterprise para cada servidor protegido. Se você faz backup do Windows e pastas utiliza a licença Standard para cada servidor protegido

No uso do dia-a-dia do DPM vemos como ele é simples e funcional. É um produto realmente muito util e simples de gerenciar. Mesmo em pequenos clientes, com 2 servidores, vale a pena, já que em um unico conjunto de backup realizamos as operações com Exchange, SQL, Sharepoint, File Share e System State de forma centralizada. É uma ótima ferramenta para o Windows Small Business, por exemplo.

Se você gostou da avaliação e quer implementar assista os videos em http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Serie-Technet-VideoCast-System-Center-Data-Protection-Manager.aspx

 

Posted: mar 30 2010, 11:20 by msincic | Comentários (1) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5

Performance de discos externos eSATA x USB 2.0

Em um post do mes passado (http://www.marcelosincic.com.br/blog/post/Comprando-direto-da-China-(coisas-que-valem-a-pena-!!!)-Case-HD-e-Adaptador-para-e-Sata.aspx) falei sobre uma loja chinesa que vendia produtos direto para o brasil.

Muitos me mandaram email sobre se realmente a porta eSata é tão boa quanto eu havia comentado no post. Pois bem, em primeiro lugar gostaria de relembrar que eSata é uma saida Sata real e não emulada, portanto igual a que você tem em um desktop e um notebook.

Mas como sempre existem os céticos que dizem "ahhhh, duvido...", segue um gráfico de performance gerado pelo HWInfo32 (http://www.hwinfo.com/index.html) e notem que o disco que utilizei nos testes, um Seagate Sata de 250 GB de 2.5" (notebook) em um case que tem as portas USB e eSata que comentei no post acima.

 Gráfico de Performance do disco utilizando USB 2.0

 Gráfico de Performance do disco utilizando porta eSata (SATA-II)

Como você pode ver, a performance é quase 3 vezes maior de um discos eSata em relação a um USB, de 20.09 MB/s para 75.53 MB/s em leitura sequencial, o que é impressionante, porque o meu disco permanente do notebook tem a leitura de 78.40 MB/s.

Posted: mar 27 2010, 15:35 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Hardware

Download e documentação essencial: Active Directory Design Guide

Foi disponibilizado para download no dia 1º de março um guia de implementação e design do Active Directory. A noticia foi divulgada no blog do Keith Comb(http://blogs.technet.com/keithcombs/archive/2010/03/26/active-directory-design-guide-now-available-for-download.aspx) e o download está disponivel em http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?displaylang=en&FamilyID=88f0184c-8f03-4f0f-b3f9-5109255fb461.

Eu baixei e "folheie" o documento e notei que ele é muito bom e explicativo. O que mais destaca é a variedade de fluxogramas, diagramas e apendices que o livro contem. Vou enumerar algumas das partes que mais gostei:

  • Atualizado com o Windows 2008 R2 e Windows 7
  • Muito bem estruturado conforme regras de gerenciamento de projetos (MSF), com todas as fases bem definidas, desde visão até transferencia de comando
  • Os 6 apendices trazem referencias a treinamentos oficiais, links com documentação adicional e referencias a livros e resource kits
  • Os gráficos de estruturas, principalmente o da página 99, são excelentes e descrevem muito bem a integração entre funcionalidades
  • Os fluxogramas de decisão são simples, fáceis de serem seguidos e bem autoexplicativos
  • Diversas tabelas mostram tráfego de consumo, máquinas suportadas e usuários gerenciados com as diversas variações de link, configurações e funcionalidades aplicadas ao ambiente

Estes são apenas alguns dos destaques, se você trabalha com projetos de AD não deixe de ler este documento. Porem, vale um aviso: Exige-se alto grau de conhecimento técnico das funcionalidades, não adiantará nada ler este documento sem ter profundo conhecimento do AD e serviços de rede do Windows 2008 R2.

Posted: mar 27 2010, 15:19 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Windows 2008

Microsoft Community Launch e Copa de Talentos

Atualização: Webcast em 1º de Maio de 2010.

Dia 01/05/2010 começam os eventos de lançamento dos produtos da Microsoft. Hoje já são mais de 60 eventos presenciais e um virtual e participarei deste ultimo. Para ver a relação completa dos presenciais entre em http://www.talentosmicrosoft.com.br/ e o que irei participar será sobre System Center Configuration Manager e Operations Manager.

 

Community Launch: Microsoft Community Day – Noite  
https://msevents.microsoft.com/CUI/WebCastEventDetails.aspx?EventID=1032441751&EventCategory=4&culture=pt-BR&CountryCode=BR

Windows Server 2008 R2: Visão Geral
Palestrante: Alexandre Lopes, Consultor Senior especialista na plataforma SQL Server
SQL Server 2008 R2: Visão Geral
Palestrante: Vitor Fava, DBA com grande experiência nas áreas de Banco de Dados e Tecnologia da Informação
Visual Studio 2010 : Visão Geral
Palestrante: Agnaldo Diogo dos Santos, Possui mais de 25 anos de experiência na área
System Center: SCOM e SCCM
Palestrante: Marc
elo Sincic, Desenvolvedor desde 1989 com Clipper S'87 e Dbase III

 

Ao mesmo tempo amanhã ao meio dia inicia a Copa de Talentos, um programa de premios da Microsoft como foi o Win The 7 que participei.

Desta vez estão sendo entregues Xbox, TV de Plasma e assinaturas do TechNet e MSDN. A final do concurso será na Microsoft, em um final de semana, como aconteceu com o Win The 7.

Cadastre-se e bom jogo !!!!!

 

 

 

Posted: mar 24 2010, 14:23 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: Outros

Preparação para os exames beta do VS2010

Para quem ainda não tentou, tem vagas para os exames beta do Visual Studio 2010 (exceto o 70-515), e os codigos estão no blog do pessoal de Leaning (http://borntolearn.mslearn.net/btl/b/weblog/archive/2010/03/17/register-for-visual-studio-2010-beta-exams.aspx). Os exames que estão abrindo no beta são 70-511, 70-513, 70-515, 70-516, 70-518 e 70-519.

Ainda hoje recebi um email aqui pelo blog do Vinicius que me perguntou como se prepara para um exame assim. Eu já fiz alguns exames beta, Windows 2008 Network e AD, MCPD Upgrade, SQL Server 2008, Windows 7, Virtualization e recentemente o Windows Mobile 6.5. Não passei em todos, não fui aprovado no MCPD Upgrade e no Windows 2008 Virtualization Technologies. Agora no VS2010 só me cadastrei para os betas 70-515 (ASP.NET 4) e no 70-516 (ADO.NET) porque não vou ter tempo de estudar para todos.

Nos exames abertos do VS2010 há uma caracteristica em comum para quem for estudar. NÃO SÃO EXAMES DE ATUALIZAÇÃO, portanto, não é necessário para quem conhece o VS2008 entrar em desespero. Basta estudar os novos tópicos, o que é bem menos doloroso e tem documentação disponivel. Eu vou estudar utilizando duas ferramentas. Vai exigir de você tempo, mas vai valer a pena, e se fosse fácil não teria valor !!!!

  1. Guides dos exames onde indicam o percentual de cada assunto e detalha o que é preciso estudar
  2. Pelo MSDN procure os tópicos What´s New sobre cada um dos tópicos

Porque estudar desta forma?

  1. Primeiro porque você poderá focar no que mudou ao invés de se cansar estudando coisas que já conhece
  2. Você se verá obrigado a instalar o VS2010 e estudar de verdade, com documentação que o obrigará a fazer os exercicios para entender ao invés de apenas ficar lendo dicas de outros
  3. Você aprenderá de verdade, e esta é a diferença entre quem fica lendo dicas de outros que sabem mais porque estudaram !!!
  4. Passar em um exame beta é um privilégio de poucos, por isso recebem o certificado com o titulo Charter Member
  5. Mesmo que não passe no beta, o seu apredizado foi efetivo

Mãos a obra e vamos mostrar que realmente estamos preparados para novos produtos !!!!!

Posted: mar 22 2010, 21:15 by msincic | Comentários (0) RSS comment feed |
  • Currently 0/5 Stars.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Filed under: .NET | Certificação
Login